Deputado Evangélico Do Equador Propõe Que O Estado Obrigue Padres E Freiras A Casarem


Um deputado evangélico do Equador propõe que o Estado obrigue-se a casar-se com padres e freiras


Pedro Curichumbi, deputado equatoriano da CREO, causou impacto na quinta-feira passada em seu discurso contra o aborto, a ideologia de gênero e o celibato de padres e freiras católicos.16/07/18 10:30(The Telegraph / InfoCatólica) Pedro Curichumbi, bloco CREO, falou sobre quinta-feira, 12 de julho, durante a sessão em que foi analisado o veto sobre alterações à Lei sobre o Ensino Superior.E suas primeiras palavras já indicavam como sua intervenção seria de pouco mais de 6 minutos: "Moisés condenou que se as leis de Deus fossem obedecidas ou não, Jeová aumentaria as pragas grandes e permanentes".Então eles começaram algumas declarações que têm grande impacto nas redes sociais. Em uma primeira parte, Curichumbi se voltou contra o aborto. Ele chamou esse procedimento de "assassinato infernal". Então ele disse que a destruição das famílias é derivada de "femicídios macabros e divórcios nefastos".


>"Eles emergem do próprio cérebro de Satanás e também do coração do inferno, atos de corrupção na sociedade equatoriana", disse ele.


Então ele falou contra a ideologia de gênero na educação. 
Ele considerou que "seria lamentável para os homens jovens removerem seus órgãos genitais masculinos para mudar o nome". "Infelizmente temos visto no Equador o desenvolvimento e adoção de normas constitucionais e legais ideologias de irracionalidade que consagra os pressupostos dos direitos que destroem a dignidade humana, semeando abominação e uma maldição na sociedade equatoriana", disse o deputado, citado pelo portal Ecuadorinmediato.com.

Em seu discurso, ele também falou sobre a violação de menores por parentes, padres das igrejas e professores de instituições educacionais.

">Curichumbi argumentou que o Estado equatoriano "obriga os padres e freiras da Igreja Católica para celebrar casamentos definitivamente não causar violação de menores.


Finalmente, ele afirmou que "esta Assembléia não pode continuar a semear um estilo de vida de Sodoma e Gomorra com leis corruptas, mas devemos purificar e dignificar o ser humano e buscar a bênção de Deus". Essas declarações geraram que Fabricio Villamar, também da CREO e que estava por trás do Curichumbi, fez gestos de surpresa (para dizer o mínimo) e descrença sobre o que estava ouvindo.EL CREO se retirou oficialmente das opiniões do deputado evangélico

Traduzido de  http://www.infocatolica.com 


Fonte: FRONT CATOLICO

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.