Bebês gêmeas morrem carbonizadas em incêndio no Maranhão

Os moradores do município de Central do Maranhão, a 108 km de São Luís, estão consternados com uma tragédia ocorrida na noite da última sexta-feira (24), onde duas bebês morreram carbonizadas durante incêndio na residência em que moravam. 

As crianças, identificada como Solara e Sofia, eram gêmeas.

De acordo com informações da Polícia Civil, as recém-nascidas estavam na companhia apenas de duas crianças que seriam seus irmãos, de 6 e 8 anos, já que os pais, identificados como João Batista Ferreira e Dayane Soares de Almeida, não estavam em casa.

O incêndio  teria sido provocado por um curto-circuito em um ventilador colocado próximo do berço. Conforme relatos de moradores repassados para polícia, as crianças maiores, mesmo após inalarem bastante fumaça, conseguiram sair do local e sobreviveram. As bebês, que dormiam em um outro quarto, morreram carbonizadas.

O delegado da cidade vizinha de Pinheiro, Oseias Cavalcanti, já iniciou investigação acerca do caso. Segundo ele, a instalação elétrica da casa apresenta vários problemas, o que facilitou que as chamas se alastrassem rapidamente,

João Batista Ferreira e Dayane Soares de Almeida não foram localizadas após as duas mortes e devem responder por abandono de incapaz.  

Portal: Agrande Barras

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.