Policia Federal apreende material irregular na sede do PT em Parnaíba

A Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão na sede o Partido dos Trabalhadores, em Parnaíba, e apreendeu farto material irregular de campanha com o nome de Lula.
O Juiz da 4ª Zona Eleitoral de Parnaíba, Dr. Max Paulo Soares de Alcântara,  expediu mandado de busca e apreensão na sede do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores, em Parnaíba, Comitê Eleitora da Coligação “A Vitória Com a Força do Povo”, Agências dos Correios, Gráfica F C Melo & Cia, Diretório do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro – PRTB com o objetivo de apreender material de propaganda política que contenha o nome “Lula 13” como candidato a presidente da república.

Na sede do Partido dos Trabalhadores (PT) foi apreendido farto material irregular.
A Polícia Federal contou com o apoio da Policia Militar do Estado do Piauí para o cumprimento dos 7 mandados de busca e apreensão. O material irregular com nome do ex-presidente Lula com o número 13, como se ele fosse o candidato estava sendo distribuídos em Parnaíba.
Todo o material aprendido foi levado para o Cartório da 4ª Zona Eleitoral de Parnaíba para ser analisado e constar como prova da ilicitude.


NOTA DE ESCLARECIMENTO DO PT
O Partido dos Trabalhadores do Piauí vem a público esclarecer que o material apreendido nesta sexta-feira (28), no Diretório do PT de Parnaíba, após determinação de busca e apreensão por parte do juiz Max Paulo Soares de Alcântara, da 4ª zona eleitoral de Parnaíba, foi produzido antes do julgamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que indeferiu a candidatura de Lula, num período em que sua distribuição era absolutamente legal.
O material apreendido pela Polícia Federal estava guardado na sede do partido porque, após o indeferimento da candidatura de Lula, o Diretório Municipal de Parnaíba, assim como o Partido em todo o Estado, havia recolhido o material e, guardado em suas respectivas sedes.
O PT Piauí repudia o fato de membro da Polícia Federal ter registrado as imagens da apreensão e distribuído para as redes sociais, numa clara tentativa de espetacularização de uma simples averiguação da regularidade ou não da propaganda eleitoral.
Ressalta ainda que o Partido não estava realizando qualquer propaganda irregular, visto que o material estava recolhido na sede e não sendo distribuído.
Partido dos Trabalhadores do Piauí

Fonte: Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.