Você que achava que a Monarquia gastava e era mais cara de manter que uma República

Você, que achava que a Monarquia gastava e era mais cara de manter que uma República, e mesmo assim sempre sonhou ser da nobreza, melhor juntar uma graninha, para cobrir os "seus" eventuais custos, de se tornar um nobre (hoje, políticos não são nobres e nos custam os olhos da cara).
TÍTULOS NOBILIÁRQUICOS (Valores pagos pelo agraciado, para aquisição do título, durante o Império do Brasil - (valores pagos diretamente pelo titular, ao Tesouro Nacional).
Sem calculo de inflação, apenas conversão de Réis para Real:
=============================================
Título............Valor (Réis, 1860).......Valor (Reais, 2016)
-------------------------------------------------------------------------
Duque................ 2:450$000 ...............R$ 350.105,00
Marquês............. 2:020$000 ...............R$ 288.658,00
Conde..................1:575$000 ...............R$ 225.067,50
Visconde..............1:025$000 ..............R$ 146.472,50
Barão......................750$000 ...............R$ 80.381,25
--------------------------------------------------------------------------
O registro do Título, obtido junto a coroa, deveria ser feito
no Cartório Real, pelo titular, no custo aproximado de:
--------------------------------------------------------------------------
Papéis para a petição .... 366$000 => R$ 34.200,00
Registro do brasão ........ 170$000 => R$ 15.586,00
--------------------------------------------------------------------------
Para a obtenção de quaisquer desses títulos nobiliárquicos acima, o agraciado deveria ter tido um gesto realmente nobre, heroico, filantrópico para o País, ou participado de guerras pela coroa, e disposto à arcar com os custos da obtenção desses títulos. No Império do Brasil, os Títulos Nobiliárquicos, não podiam ser comprados ou transferidos para terceiros ou passado de pais para filhos (não eram hereditários, ou negociáveis).
--------------------------------------------------------------------------
Em algumas poucas condições especiais, a coroa arcava com todas as despesas da honraria, em favor do outorgado.

Paulo M. Hoffmann

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.