Os Sindicatos e a reforma da Previdência



Todo sindicato sempre levantou a bandeira do PT (Partido dos Trabalhadores) ou coisa parecida. Não seria o presidente Jair Messias Bolsonaro que iria conquistar a simpatia dos militantes do PT.

A reforma da previdência é tão necessária para o país que só um mais desenformado do tempo das cavernas não entenderia que o Brasil está falido e necessita urgente dela.

O país saiu das eras PMDB, PSDB e PT, Todos esses partidos tiveram presidentes da republica que viam a necessidade de se aprovar para o Brasil uma nova reforma previdenciária, mas deixaram a corrupção falar mais alto e empurraram com "a barriga" e não fizeram o que o governo Bolsonaro está prestes a fazer.

Como se  não bastasse as enormes mentiras desde o início do governo Bolsonaro contra a reforma, nesta reta em que se aproxima o 1º de Maio os sindicatos em todo o país mobilizam o que resta de simpatizantes para pregarem que a reforma da previdência é um ponto negativo do governo.

Se ela é um ponto negativo para quem está se sentindo mau com as medidas do governo , parabéns aos mais pobres. Pois a camada  que é contra a reforma está defendendo os seus próprios interesses esquecendo que os últimos governos faliram com entre tudo a saúde e a educação no Brasil.

São interesses  de classes e não de um bem comum.
O Brasil vai ganhar muito com a aprovação da reforma  da previdência pois ela visa os interesses  de uma nação e futuras gerações.

E os deficientes e trabalhadores rurais não serão atingidos de forma negativa com ela como pregam os militantes dos partidos que são contra ela. Nesse momento o mais afoito o PT.

Artigo: Raimundo Feitosa

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.